Institucional

Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Conchal-SP

Rua João Pessoa, 419, Centro
Conchal - SP - Telefone: 3866-2552
e-mail: gerencia@aciconchal.com.br

DIRETORIA EXECUTIVA

José Paschoal da Silva, presidente
José Luís Viola, vice-presidente
Orlando Caleffi Júnior, tesoureiro
Silverton Luís Corrêa de Souza, diretor de Relações Públicas
Paulo Witter Gelly, secretário

 
CONSELHO DELIBERATIVO

Deibson Tognolli
José Emanuel Bela
José Roberto Guimarães
Júlio César Galdino
Luciano Vignola
Marlene Guirardini Coser
Raimundo Nagakubo
Silvio Obage Ferreira
Sinésio Marchezi Júnior
Sônia Braglin Archângelo

 
CRÉDITOS

Textos, imagens (exceto aquelas com indicação de crédito) e produção do INFORMATIVO ACICO:
Silvana Godoy, Mtb: 39.863

 
Quem somos

Uma entidade se faz pelo trabalho de muitas mãos

A necessidade de fortalecimento do comércio e a busca pelo desenvolvimento levaram à criação da Associação Comercial e Industrial de Conchal em 1972. A iniciativa foi de um grupo de empresários da época, cientes de que uma entidade facilitaria o acesso do comércio a serviços, a mais recursos, e ainda teria a função de apoiar e auxiliar as empresas.

Com esse propósito, em 15 de janeiro de 1972 foi produzida pelo primeiro secretário da instituição, Antonio Carlos Fadel, a Ata Geral de Constituição da Acico, o documento que iniciou a história da Associação Comercial em Conchal. Estava eleito por unanimidade o primeiro presidente da entidade, o comerciante Martinho Antognolli. A ele, juntaram-se na diretoria Angelo Refundini, Abílio Corrêa, Francisco Antonio Baraldi, Jesus José Pianca, Antonio Carlos Fadel, Manoel Dias, Orestes Fadel, José Fernandes, Arnaldo Orestes Botoso, Manoel Lourenço Filho, José Egito Batista, Narciso Martha, Antonio dos Santos, João Barbosa, Mário Vômero, Arnaldo Albano, Roque Lázaro Blascke, Caetano Baraldi, Antonio Marcelino, Anna Maiochi Borges, Lázaro Corrêa de Souza, Manoel Dias, Antonio Maróstica, Bernardo Fadel, Edward Wallace Fadel, Francisco Simões de Almeida, Júlio Lourenço e Manoel Lourenço Netto. Foram 29 empresários, numa mostra de que uma entidade se constrói pelo esforço de muitas mãos.

Retomada do desenvolvimento

Desde o início da década de 70 a entidade traçou um histórico que ficou marcado por períodos de expansão, estagnação e retomada do desenvolvimento, a partir de meados da década de 90. Foi quando uma nova diretoria, comprometida com a retomada e o desenvolvimento da Acico, passou a comandar a instituição.

As mudanças aconteceram em todos os setores, desde a estrutura física, o que exigiu um novo prédio e novos equipamentos, até a capacitação dos funcionários e adequação estatutária. Uma modernização da entidade foi necessária para oferecer ao empresário, principalmente ao comerciante, os serviços que ele mais precisava. Desta forma, avaliava a diretoria, o empresário voltaria a se associar. Foi o que aconteceu.

Investimentos para modernizar e oferecer o que o associado precisa

Com novas tecnologias, profissionais qualificados e estrutura física adequada, chegou a vez dos investimentos. Um dos focos de atuação dos diretores e funcionários foi a parceria com outras entidades como a Facesp e o Sebrae. A Associação Comercial passou então a oferecer um serviço antes pouco explorado pela entidade: a qualificação do associado. A iniciativa trouxe para a instituição, o que gerou nova necessidade de adaptação do prédio, centenas de empresários e seus funcionários.

Em 2017, Acico completa 45 anos de história