O que fazer após o sumiço de documentos e cheques?

A primeira providência é registrar BO numa delegacia. Em seguida, fazer o registro no “SOS Cheques e Documentos” da Boa Vista SCPC. Isso evitará fraudes e golpes

A Acico e a Boa Vista, administradora do SCPC, têm algumas dicas para aumentar a segurança com os documentos, evitando perdas e uso indevido por fraudes. 

• Vai a uma festa, viagem ou a algum lugar cheio de gente? Deixe em casa os documentos originais de que você não vai precisar e leve apenas uma cópia autenticada. Evite também levar talões de cheque ou cartões de crédito e débito se não pretende utilizá-los. Caso a opção seja levar uma carteira com documentos, cheques, cartões e dinheiro, encontre uma forma de deixá-la bem segura junto ao corpo. 

• Quando alguém se vítima de furto ou roubo de carteira, documentos, cartões e cheques, a primeira providência é registrar Boletim de Ocorrência na delegacia. Em algumas cidades, é possível fazer o registro pela internet.

• Para documentos e cheques, é importantíssimo fazer a inclusão do furto, roubo, ou perda no “SOS Cheques e Documentos”, um serviço da Boa Vista SCPC que informa ao mercado que há algo de errado naquela documentação. Assim, quem ficou sem sua carteira terá reduzido o risco de fraudes. “Isso porque os estabelecimentos comerciais são informados do desaparecimento dos documentos e seu verdadeiro dono evita ter seus dados usados por golpistas nas compras a prazo, uma vez que o varejo realiza consultas no banco de dados da Boa Vista SCPC para a concessão de crédito”, explica a Boa Vista SCPC. Para talões de cheques, além do registro no “SOS Cheques e Documentos” é recomendável sustar as folhas na própria instituição financeira.

 

SERVIÇO GRATUITO

O registro no banco de dados “SOS Cheques e Documentos” da Boa Vista é simples e gratuito. Basta acessar o site Consumidor Positivo (www.consumidorpositivo.com.br) fazer o cadastro e, em seguida, informar quais documentos estão desaparecidos.

As informações ficam disponíveis no “SOS Cheques e Documentos” por cinco anos e o próprio cidadão pode fazer o pedido de exclusão a qualquer momento. Caso queira continuar com o aviso de extravio após os cinco anos, precisará fazer novo pedido e apresentar Boletim de Ocorrência.

Quanto ao desaparecimento de cartões bancários, deve-se procurar a operadora e o banco.